May 29, 2024
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 43

CPI convoca acusados de exploração sexual na obra de Belo Monte

Agência Câmara de Notícias

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Pessoas aprovou nesta terça-feira (19) a convocação do gerente e do garçom da boate Xingu, na região de Altamira (PA), acusados de integrar uma rede de tráfico de pessoas para a prostituição nas proximidades das obras da hidrelétrica de Belo Monte. Os integrantes da comissão também decidiram ir à cidade para investigar in loco a extensão do problema, e os acusados poderão ser ouvidos lá mesmo, assim como as vítimas que se dispurem a depor. Inicialmente, a viagem está prevista para o próximo dia 25.

O presidente da comissão, deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA), afirmou que o governo federal foi alertado diversas vezes sobre os efeitos colaterais do intenso fluxo migratório para aquela região, em razão da construção da usina, e não tomou providências.

Além do fato de se tratar de uma “tragédia anunciada”, Jordy afirmou que é grave o fato de o proprietário da boate, Adão Rodrigues, ser reincidente. “O que nós vimos é essas mulheres enclausuradas, vítimas do tráfico de pessoas por um camarada, o Adão, que já teve boate em Jirau e Santo Antônio [RO], quer dizer, é um especialista em prostituição em barragens. Então, nós estamos vendo esse filme se repetir”, disse.

Escolinhas de futebol
A CPI aprovou também os primeiros depoimentos relativos a denúncias de abuso sexual de meninos recrutados por escolinhas de futebol. Foi convocado o suposto empresário e olheiro de futebol Reginaldo Pinheiro dos Anjos, conhecido como “Doutor”. Ele foi preso no dia 4 de fevereiro, em Aracaju (SE), sob acusação de recrutar adolescentes de São Paulo, Santa Catarina, Bahia e Goiás, com a promessa de integrarem a Associação Desportiva Confiança (time de Aracaju). Esses jovens teriam sido vítimas de abuso sexual.

Também foi convocado José Augusto dos Santos, acusado de recrutamento de adolescentes nos estados do Piauí, da Bahia e do Pará, com a promessa de atuarem em clubes de Sergipe. Um dos adolescentes recrutados denunciou que foi vítima de abuso sexual.

“Os pais muitas vezes veem virtudes nos seus filhos na atividade futebolística e põem numa escolinha, que de repente é contratada para ir para um grande centro; é preciso ter cuidado com relação a isso. É preciso que a sociedade tenha a consciência clara de que [o tráfico de pessoas] é um crime, que são redes criminosas que movimentam muito dinheiro, que vitimam mais de 3 milhões de pessoas todos os anos no mundo inteiro”, disse Jordy.

A comissão aprovou também os seguintes requerimentos:

- convite para depoimento de Ana Lúcia Furtado. Ela era empregada doméstica e sustentava três filhos quando, aos 24 anos, recebeu uma proposta para trabalhar como garçonete em Israel, mas acabou nas mãos de traficantes de pessoas que a obrigaram a ser prostituir numa boate. Esse depoimento poderá ser realizado no Rio;

- convite para depoimento da diretora do Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior do Itamaraty, Maria Luiza Ribeiro Lopes, para dar esclarecimentos sobre as operações que levaram ao resgate de 40 vítimas do tráfico internacional de mulheres, entre brasileiras e estrangeiras, que eram exploradas sexualmente na Espanha;

- convocação para depoimento de Reinaldo Luís Akerley Cavalcante, para falar sobre a suspeita de envolvimento de sua agência de modelos com exploração sexual e divulgação de vídeos na internet com imagens envolvendo menores em trajes de banho e posições sensuais. Conforme requerimento de convocação, Reinaldo mantém um site que oferece jovens do Pantanal para o turismo sexual, a pretexto de divulgar a beleza das jovens brasileiras.

Facebook