May 22, 2024
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 43

Trabalhadores da Estrutural conquistam avanços e encerram greve

Stimepa

Os trabalhadores da Estrutural Serviços Industriais, de Alvorada, deslocados para trabalhar na Refinaria Alberto Pasqualini, de Canoas, realizaram assembleia geral na manhã de hoje em frente à Refap para avaliar os resultados da reunião de mediação realizada na tarde de ontem, no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT4), em Porto Alegre. Após considerarem os avanços obtidos a partir do encontro (veja abaixo), a maioria votou pela volta ao trabalho. "Vamos entrar para o trabalho com a cabeça erguida, sabendo que a empresa terá que nos respeitar, considerar nossas reivindicações. Se acontecer retaliações, vamos parar novamente!", disse o trabalhador conhecido como "Bahiano", membro da comissão de funcionários. Ele aproveitou para agradecer o empenho do Sindicato dos Metalúrgicos de Porto Alegre e o apoio dos demais sindicatos que se envolveram para que a greve tivesse sucesso, principalmente o Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas.

Durante a mediação que durou cerca de duas horas e meia, presidida pela desembargadora Rosane Serafini Casa Nova, vice-presidente da TRT4, e acompanhada pelo representante do Ministério Público do Trabalho, Paulo Eduardo Pinto de Queiróz, e que reuniu representantes da empresa Estrutural, do Sindicato dos Metalúrgicos de Porto Alegre, da comissão de funcionários e da assessoria jurídica do sindicato, a empresa se comprometeu com o seguinte:

SALÁRIOS - Equiparar os salários dos trabalhadores da Estrutural com os salários de outras duas empresas (ETM e Engecampo) que também fazem manutenção para a Refap e têm funções semelhantes;
PRÊMIO ASSIDUIDADE - Elevar em 37,5% o prêmio assiduidade (de R$ 80,00 para R$ 110,00) e isentar da perda mensal do benefícios as faltas decorrentes de acidente de trabalho, um dia de atestado e o limite de 8 horas e 48 minutos por outras faltas;
PLR - Permitir a eleição de uma comissão de funcionários para acompanhar as discussões dos indicadores apresentados à Petrobras para fixação da Participação nos Lucros e/ou Resultados;
PLANO DE SAÚDE - No prazo de 30 dias, tomar providências quanto aos problemas relacionados ao Centro Clínico Gaúcho registrados no caderno de ocorrências já existente na empresa;
PERSEGUIÇÃO - Não efetuar qualquer tipo de retaliação aos trabalhadores que aderiram à greve, entre eles os membros da comissão que representou os trabalhadores na negociação e na mediação;
DIAS PARADOS - Compromisso de pagar um dos três dias de greve. Os outros dois, estabelecer uma compensação das horas durante a semana, incluindo o sábado, que deve ser comunicada com 48 horas de antecedência.
NOVA AUDIÊNCIA - Participar e permitir a participação de membros da comissão na audiência de mediação agendada para o dia 30 de janeiro, segunda-feira, às 9h30min, no TRT4. Na ocasião, as partes apresentarão para análise de decisão a documentação relacionadas às funções referidas para a equiparação salarial.

Facebook