May 29, 2024
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 43

DIREÇÃO DA TRANSPETRO ATACA SINDICALISTAS

Sindipetro está proibido de entrar nos Terminais

Na semana passada a Gerência da Transpetro começou um processo de perseguição contra a Direção Sindical! Ordenou a limitação da ação dos dirigentes do sindicato.

Nos terminais de Osório e Rio Grande entrada autorizada apenas “para cumprir a sua jornada de trabalho” está proibida “dobra ou composição de grupo”...só pode cumprir seu horário conforme tabela do grupo para o qual foi designado.”. Já, no Tenit, tentamos conversar com os trabalhadores, nesta quarta(16/01), na portaria o vigilante contatou com o responsável e fomos proibidos de acessar a área, pela Gerência Regional.

Em atitude ditatorial, estes gerentes resolvem perseguir e assediar dirigentes sindicais lotados na base da TRANSPETRO, no Rio Grande do Sul, indo frontalmente contra o código de ética do Sistema Petrobrás.

Princípios éticos do Sistema Petrobrás:

  1. I.             O respeito à vida e a todos os seres humanos, a integridade, a verdade, a honestidade, a justiça, a eqüidade, a lealdade institucional, a responsabilidade, o zelo, o mérito, a transparência, a legalidade, a impessoalidade, a coerência entre o discurso e a prática, são os princípios éticos que norteiam as ações do Sistema Petrobras. ...
  2. III.        A honestidade, a integridade, a justiça, a eqüidade, a verdade, a coerência entre o discurso e a prática referenciam as relações do Sistema Petrobras com pessoas e instituições, e se manifestam no respeito às diferenças e diversidades de condição étnica, religiosa, social, cultural, lingüística, política, estética, etária, física, mental e psíquica, de gênero, de orientação sexual e outras. ...
  3. VIII.   O Sistema Petrobras compromete-se com o respeito e a valorização das pessoas em sua diversidade e dignidade, em relações de trabalho justas, numa ambiência saudável, com confiança mútua, cooperação e solidariedade.

Estes princípios estão sendo pisoteados pela atual gestão da Transpetro.

Com relação a conduta...

Compromissos de Conduta do Sistema Petrobras:

  1. X.           cumprir e promover o cumprimento deste Código de Ética mediante dispositivos de gestão e monitoramento, em âmbito corporativo e local, divulgando-o permanentemente, com disposição a esclarecimento de dúvidas e acolhimento de sugestões, e submeter este Código e suas práticas a processos de avaliação periódica.

E, por fim, a maior demonstração do escárnio e menosprezo na conduta da Gestão da Transpetro é “Na relação com seus Empregados, o Sistema Petrobras compromete-se a:

  1. V.           reconhecer o direito de livre associação de seus empregados, respeitar e valorizar sua participação em sindicatos e não praticar qualquer tipo de discriminação negativa com relação a seus empregados sindicalizados;
  2. VI.        buscar a permanente conciliação de interesses e realização de direitos, por meio de canais institucionais de negociação, no seu relacionamento com as entidades sindicais representativas dos empregados;
  3. VIII.   respeitar e promover a diversidade e combater todas as formas de preconceito e discriminação, por meio de política transparente de admissão, treinamento, promoção na carreira, ascensão a cargos e demissão. Nenhum empregado ou potencial empregado receberá tratamento discriminatório em conseqüência de sua raça, cor de pele, origem étnica, nacionalidade, posição social, idade, religião, gênero, orientação sexual, estética pessoal, condição física, mental ou psíquica, estado civil, opinião, convicção política, ou qualquer outro fator de diferenciação individual;

Questionamos, os Presidentes Maria da Graça e Sérgio Machado, para que e para quem existe o Código de Ética do Sistema Petrobrás?

Não é admissível o retorno de velhas práticas antidemocráticas. O Brasil vem avançando economicamente e socialmente, mas parece que algumas pessoas estão com saudades dos tempos da ditadura e dos neoliberais. O Sindipetro está tomando todas as medidas cabíveis para denunciar esse ato antissindical.

Facebook