May 29, 2024

Em reunião com diretores da Petrobrás, sindicatos cobram retomada das encomendas de navios no Brasil

Atendendo a pedido da Petrobras, a Conttmaf, o Sindmar e a FUP se reuniram com as diretorias de Processos Industriais e Produtos (DPIP) e de Logística, Comercialização e Mercados (DLCM) da empresa na sexta-feira (16), no Centro do Rio de Janeiro.

Na reunião, foi debatida a necessidade de a Petrobras operar navios-tanques e FPSOs em bandeira brasileira para reduzir o afretamento desenfreado de embarcações e unidades offshore registrados em bandeiras de conveniência.

As entidades sindicais ressaltaram a importância de a Petrobras se comprometer com a construção de navios, plataformas e sondas no Brasil, gerando emprego e renda para trabalhadores brasileiros, movimentando a economia em nosso país e na indústria naval nacional.

Os sindicatos defenderam, ainda, a realização de um processo seletivo público (PSP) para marítimos em plataformas e unidades offshore.

Eles consideram que a Petrobras, sendo uma empresa integrada de logística, necessita ter domínio do conhecimento sobre transporte marítimo para ter êxito em suas atividades.

Outro ponto cobrado pelos sindicatos foi o incremento do número de navios brasileiros de propriedade da Transpetro, conforme prevê a legislação vigente.

Pela Petrobras, estiveram presentes à reunião Cláudio Schlosser (Diretor de DLCM), William França (Diretor de DPIP) e Daniel Sales (Gerente-executivo de Logística).

Entre os representantes dos trabalhadores, participaram Carlos Müller (Presidente do Sindmar e da Conttmaf), José Válido (Segundo-presidente do Sindmar e diretor da Conttmaf), Odilon Braga (Diretor-secretário da Conttmaf e do Sindmar), Nilson Lima (Diretor financeiro do Sindmar), Deyvid Bacelar (Coordenador nacional da FUP) e Joacir Pedro (Diretor da FUP).

Sindmar

Facebook