May 29, 2024

Assembleias estão aprovando proposta de PLR do Sistema Petrobrás

Apenas três dos 12 sindicatos da FUP ainda não iniciaram a consulta à categoria petroleira para deliberar sobre a última proposta de PLR apresentada pela Petrobrás e subsidiárias: Minas Gerais, que começa nesta terça (23); Ceará, que começa na quarta (24) e Rio Grande do Norte, que começa na quinta (25). Nos demais estados, as trabalhadoras e os trabalhadores estão aprovando a proposta conquistada após a intensa rodada de negociação realizada na semana passada.

As assembleias prosseguem até o dia 30, garantindo que o adiantamento da PLR 2023 seja pago até o dia 09 de fevereiro, antes do carnaval, para as bases que aprovarem a proposta.

A nova proposta de PLR 2023, com validade de um ano, reduziu a diferença entre o piso e o teto, contemplando de forma mais equânime a grande maioria dos trabalhadores. A relação entre os maiores e os menores valores a serem pagos despencou de 10,7 vezes para 4 vezes.

O valor do piso equivale ao mesmo que foi praticado pela Petrobrás entre 2008 e 2014 e, pela primeira vez, a empresa garantiu três remunerações para os empregados que receberem acima do piso. Até então, a maior referência paga havia sido de 2,15 remunerações, no acordo de PLR de 2008.

Além disso, a FUP garantiu uma maior isonomia para os trabalhadores das subsidiárias, a retirada do IARI dos indicadores e a retomada do GT para discutir o regramento das PLRs futuras, considerando o lucro conquistado em todo o Sistema Petrobrás e não o resultado separado por empresa. A luta continuará sendo pela negociação coletiva da política de remuneração variável, buscando a valorização da PLR e o esvaziamento do PRD.

FUP

Facebook