Apr 24, 2024

Ato Nacional nesta quarta-feira, 24/01: Por um basta aos equacionamentos da Petros!

A partir das 7h30, em frente à REFAP

 

Um ano após a mudança no comando da Petrobrás, a empresa ainda não resolveu uma das mais importantes demandas da categoria petroleira e continua impondo descontos abusivos aos participantes e, principalmente, aos aposentados e pensionistas

[Da imprensa da FUP]

Na próxima quarta-feira (24/01), Dia Nacional dos Aposentados, ocorre o Ato Nacional exigindo uma solução definitiva para os Planos de Equacionamentos dos Déficits da Petros (PEDs). O ato, aprovado pelo Conselho Deliberativo da FUP no dia 10 de janeiro, ocorre às 09 da manhã frente ao Edisen, na Avenida Henrique Valadares 28, no centro do Rio de Janeiro.

A mobilização é organizada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), a Confederação Nacional dos Marítimos (Conttmaf), a Federação das Associações de Aposentados (Fenaspe) e a Associação dos Mantenedores e Beneficiários da Petros (Ambep). A FUP e FNP também realizaram atos em suas bases pelo Brasil.

Luta necessária

Passado um ano de mudança no comando da Petrobrás, a empresa ainda não resolveu uma das mais importantes demandas da categoria petroleira que é acabar de uma vez por todas com os descontos abusivos impostos aos participantes e, principalmente, aos aposentados e pensionistas da Petros.

Apesar de toda a luta da FUP e de seus sindicatos para construir alternativas que devolvam a tranquilidade e segurança às famílias petroleiras e preservem a saúde financeira dos Planos do Sistema Petrobrás (PPSPs), nenhuma ação efetiva nesse sentido foi implementada pela patrocinadora ou pela Petros.

Como as lideranças petroleiras vêm reiterando, os aposentados e pensionistas não podem continuar arcando com uma conta cuja responsabilidade é da Petrobrás. É injusto e perverso que milhares de famílias estejam endividadas e em situação de risco, com diversos aposentados e pensionistas adoecidos, sem que uma solução seja implementada.

A FUP, portanto, convoca toda a categoria petroleira para o dia nacional de luta por um basta aos equacionamentos e convida as demais entidades que representam os participantes e assistidos da Petros a somarem força na grande mobilização do dia 24 de janeiro.

É hora de aumentar o tom e exigir uma solução definitiva!

Facebook